O QR-Code veio para ficar?

Home / Marketing Digital / O QR-Code veio para ficar?

O QR-Code veio para ficar?

Quem se lembra da novidade que foi quando as marcas, começaram a integrar o QR-Code nas suas ações de comunicação?

Toda a gente se interrogava sobre o propósito daqueles códigos de barras.

O boom na venda de smartphones potenciou o uso massivo desta tecnologia. Para quem não está familiarizado com o que é o QR-Code e o que faz, passo a explicar QR-Code é o acrónimo de Quick Response Codes. É uma tecnologia muito usada recentemente o que faz com que muitos pensem ser nova, mas desenganem-se é uma tecnologia que remonta a 1994, desenvolvida pela Denso Wave uma subsidiária da Toyota, que a usava para fazer os controlos dos veículos durante o processo de fabrico.

E então é difícil criar um QR-Code? A resposta é não, é aliás bastante simples. Basta aceder a um qualquer gerador de QR-Codes e transformar um URL, um nº de telefone, um texto, num QR-Code.

Qual a vantagem desta tecnologia em termos de comunicação? Primeiro é uma tecnologia ao dispor de todos e de forma gratuita, e é uma tecnologia que complementa a estratégia de comunicação das marcas.

A tecnologia é bastante útil por exemplo para fornecer mais informações sobre determinado produto.

Contudo utilizar os QR-Codes apenas para direcionar para o site da empresa pode não ser a melhor estratégia, é necessário acompanhar a imagem inovadora que  o QR-Code transmite, e oferecer uma experiência para o consumidor. Se isso não acontecer o consumidor perde o interesse e não volta a utilizar a tecnologia, pior a marca fica abaixo das expectativas do consumidor .

As desvantagens desta tecnologia é o facto de ser necessário um dispositivo móvel com uma app de leitura destes códigos.

Qual é a vossa opinião acerca dos QR? Está na moda e veio para ficar, ou nem por isso?

João Guedes
João Guedes
O João é um entusiasta de marketing digital, sempre atento às novas tendências, e novidades do mundo das marcas.
Recommended Posts

Deixe o seu comentário